Lista: 5 Motivos para amar a Editora Darkside Books

outubro 31, 2017 / Francisco Soares Chagas Neto /

1º editora totalmente voltada para o segmento de fantasia de terror no Brasil. Aproveitando a oportunidade, elencamos 5 motivos para amar a Darkside Books e entender porque ela cresceu bastante em tão pouco tempo


Crédito: Darkside Books


31 de outubro de 2012. Nascia em pleno o dia mais obscuro do ano (para alguns), uma Editora que mudaria o mercado literário. Uma editora que Aposta em obras que provocam medo, com um projeto gráfico único. Apoia autores nunca publicados no Brasil, ou aqueles que estavam caídos no ostracismo. Presenteia o mercado de fãs de clássicos do terror, ou ainda de séries inesquecíveis. Torna real histórias que talvez nunca saísse do papel. Mostra que é possível crescer, mesmo em meio a crise que assola o país. Das trevas vem a luz. Das trevas vem a Darkside Books.

É provável que você já tenha visto declarações como essas pelas redes sociais em algum momento da sua vida. Assim, como empresas multinacionais que tem feito bastante sucesso no Brasil, como Nubank, Spotify, Netflix e Uber. Empresas que facilmente conseguem o engajamento do público em suas postagens, ou até mesmo por uma causa. Mas afinal de contas, porque nós, especialmente os jovens, escolhemos amar a Darkside Books, assim como todas essas empresas? Um segredo que eu tenho para contar para vocês. Isso não é por acaso.

1 - UMA EDITORA QUE CONVERSA COM O PÚBLICO



A internet mudou fortemente o relacionamento entre as empresas e o mercado consumidor. Com as abas de comentários abaixo das propagandas, Os posts devem se parecer menos como propagandas, e mais como um amigo, um companheiro que "lacra". E a editora foi uma das primeiras a valorizar esse relacionamento. A colocar posts que se conectam com o seu público e a responder dezenas de comentários. Isso facilmente provoca um engajamento maior do público. Muitas vezes é possível ver que as pessoas sentem-se que não estão conversando com uma empresa, mas com um amigo que está diariamente nas redes sociais, que dá dicas, descontrai, que não os deixa no vácuo. E melhor, sem subestimar o público. Na medida do possível consegue ser sincero e também falhar. Porque afinal de contas, são "seres humanos", um dia acertam e outro erra e assim caminha a humanidade.

2 - UMA EDITORA QUE VALORIZA O PROJETO GRÁFICO E EDIÇÕES CAPRICHADAS

Crédito: Darkside Books


No incio a editora até fez dois tipos de edições, uma em capa dura e outra em brochura. Logo percebeu que aí havia uma carência. Projetos gráficos robustos, e a preços competitivos. Deixou de mão as brochuras e apostou em capa dura. No exterior, o comum é encontrar as edições Hardcover, e dependendo do sucesso, edições menos caprichadas chegam as mãos do leitor. No Brasil, isso não era uma prática comum. Especialmente, entre os anos de 1990 e inicio dos anos 2000. São edições com melhor qualidade que as "paperbacks", porém nem próximo as "hardcover" estrangeiras.

Então, como subverter isso? Especialmente, na era da internet, em que é mais fácil um "pdf" (não vou entrar na discussão de ebook aqui) do que comprar um livro físico? Apostando em edições caprichadas, que chamam atenção, que sejam únicas, do ponto de vista daqueles que a possui. E podem apostar. Das dezenas de livros que a Editora já lançou nesses cincos anos. Poucos estão sequer na mesma paleta de cores. Um trabalho que com certeza não é feito só. E uma das principais responsáveis por esses projetos gráficos é a Retina 78, empresa responsável pelo visual dos livros da editora.

Bingo !!!!

3 - A VOLTA DOS QUE NÃO FORAM



Em 2017, isso se tornou bastante visível com o surgimento da linha "Medo Clássico" da Editora Darkside Books, que trouxe de volta grandes autores que foram extremamente relevantes para a história do terror e horror no mundo. E detalhe, milhares de pessoas, especialmente os mais jovens, expulsaram o estigma de conhecer esses autores, por serem "cults". Apostaram, e hoje são muito fãs da obra. Aqui no Blog, por exemplo, a Rosane Santos, nunca tinha lido Edgar Allan Poe. Agora, ele se tornou um dos grandes autores da vida dela.

Porém, a Darkside Books já vem trazendo autores ao longo desses cinco anos, não apenas esse ano, que foram importantes no passado, em edições novas e caprichadas, como Clive Barker, Robert Bloch, Peter Benchley, John Russo, entre outros. Alguns desses autores nunca tinham sido lançados no Brasil, mas tiveram grande relevância no exterior, no período que foram lançados.

4 - DE FÃ PARA FÃ



Quando um filme ou série acaba o que o fã quer? Mais coisas, com certeza. Materiais complementares, que possam ser significativos na experiência dele naquele universo. E as obras da Editora Darkside Books, acertaram em cheio. Principalmente, porque é um material voltado para um público que não era considerado anteriormente, tendo assim, poucas publicações nesse estilo. Então logo, livro de bastidores, do Massacre da Serra Elétrica, Sexta Feira 13, De Volta para o Futuro, e os mais recentes Twin Peaks, Breaking Bad e A Hora do Pesadelo.

5 - DARKLOVE, DARKSIDE GRAPHIC NOVEL e CAVEIRINHA



Com o crescimento gradativo da Editora, começou a apostar alto. E deu certo. Inicialmente, ainda em 2013 a Darkside criou a linha #Darklove, com histórias escritas por mulheres que trazem um pouco desse universo obscuro. Inicialmente com Menina Submersa, uma história de terror psicológico, e Circo Mecânico Tresaulti, uma distopia com uma narrativa totalmente diferente e arriscada, a editora foi ganhando o coração de muitas pessoas. Depois vieram fantasias como Golem & o Gênio e a Trilogia "The Kiss of Deception" que rapidamente se tornaram Best seller e assim, o selo se tornou uma das principais apostas da editora.

Em 2017, a editora decidiu mais uma vez arriscar, agora nos mercados de Mangás, HQ´s e mais recentemente o público infantil. Com histórias que fogem do mainstream, sempre atacando parte o público que sentia a necessidade de histórias diferentes do que estava-se acostumado a existir no mercado editorial brasileiro. E com isso, mais uma vez a Darkside Books vem conquistando cada vez mais leitores.

Ou seja, a Editora tem conseguido, ao londo desses cincos anos, trazer um material que não é repetitivo (novidades), tendo um bom relacionamento com o público, e um projeto gráfico de encher os olhos. É o suficiente? Claro que não. Por isso, percebe-se o quanto houve uma melhoria, em relação a outros aspectos, como uma diagramação que facilite a leitura, ou ainda a correção sobre alguns erros de traduções. Pontos, que muitos vinham sido questionados por vários leitores.

Com tudo isso que foi abordado acima, já é possível ver algumas editoras, pequenas e grande seguindo por esse caminho. E acertando bastante. Uma formula que fez muitas pessoas se tornarem verdadeiros fãs da Darkside Books, como é possível ver no Instagram e grupos no facebook. Uma comunidade que só cresce, e que ajuda a editora a crescer e apostar mais naquilo que no final todos nós temos em comum. O amor pelos livros.

Recomendado Para Você

0 comentários

Comente com o Facebook

Instagram